Reestruturações de Empresas e Créditos / Formação Online por Videoconferência - IFB

Contacto

Ana Margarida Soromenho
Telefone
217916274
E-mail
a.m.soromenho@ifb.pt
QR Code

Data

11 Out 2021 - 15 Out 2021

Horário

17:00 - 19:30

Metodologias

Online por Videoconferência

Reestruturações de Empresas e Créditos / Formação Online por Videoconferência

Portugal tem um dos ratios NPL  mais elevados da União Europeia;
a crise Covid19 afetou profundamente o sistema económico português; a dimensão relativa das moratórias em Portugal é das mais altas da Europa; as regras de supervisão impõem uma grande disciplina na gestão das moratórias e das reestruturações de créditos: é assim de esperar que, nos próximos anos, sobrevenha um expressivo aumento dos casos de reestruturações de empresas e créditos. Esta nova realidade coloca desafios expressivos aos vários intervenientes do processo e exige um corpo de profissionais altamente especializado.

DESTINATÁRIOS:

  • Rede de Retalho: Diretores de Área, Gerentes, Subgerentes e Gestores
  • Rede de Empresas: Diretores de Centros de Empresas, Gerentes e Gestores de Conta
  • Direções de Risco/Crédito: Diretores e Gestores/Analistas
  • Direções de Recuperação: Diretores e Gestores/Analistas Direções de Contencioso: Diretores e Técnicos
  • Direções Jurídicas: Diretores e Técnicos

PROGRAMA

1. Bancos, Empresas e  Crises Económicas

  • A Crise 2007-2014
    • Causas e impactos
    • Análise da derrocada de “case study banks” a nível internacional
    • Diferentes soluções: fusões/aquisições; resolução; liquidação; Bad Bank; AMC
    • Exemplos internacionais de ”salvamento” de bancos – custos e resultados; erros e lições
    • Papel do Estado e dos Supervisores
  • A Crise COVID 19
    • Choque da oferta ou da procura?
    • O papel das moratórias – racional e impactos regulatórios
    • Estratégias de recuperação: o papel do Estado, dos supervisores, dos bancos e das empresas
    • Salvar empresas e perder bancos?
    • Empresas “zombie”: adiar ou reestruturar?

2. Reestruturações, Imparidades e Staging 

  • Um Novo Conceito de Risco: NPL
    • Conceito
    • Créditos “unlikely to pay”
    • Contágio por operação, devedor e grupo económico
    • Período de cura
    • NPL vs NPE vs NPA: a relevância dos foreclosed assets
  • IFRS 9, Staging e Imparidades
    • Transição IAS 39 – IFRS 9
    • Stage 1, Stage 2 e Stage 3: conceitos, prazos de referência, contágio e período de cura
    • ECL, EAD, PD e LGD; análise individual (“Single Names”) e modelos coletivos; PD 12 meses e life-time
    • Backstop de Imparidades: regras do Conselho Europeu e expectativas do BCE
    • Imparidades Going Concern e “Gone Concern”- relação com “Staginge desafios metodológicos
  • O Caso Específico das Moratórias
    • Tipologias e Motivações
    • Adesão dentro de UE
    • Reação dos Supervisores
    • Impacto nas Imparidades

3. Estratégias de Reestruturação 

  • Modalidades
    • Hold/Forbearence
    • Sale
    • Execução judicial
    • Dações em Pagamento
    • O contexto específico dos write-off
  •  Reforço das Garantias dos Credores
    • Principais tipologias: aval pessoal / fiança; hipoteca; penhor mercantil; penhor financeiro; garantia mútua
    • Validade jurídica das garantias
    • O caso específico do leasing imobiliário e de equipamento e do “lease-back”
    • Avaliações de imóveis: principais métodos; condicionantes do valor; valor e preço; teoria e realidade
  • PER, Insolvência , RERE E PEV; A Diretiva EU 2019/1023
    • PER
    • Insolvência
    • RERE
    • PEV
    • Diretiva EU 2019/1023
  • Gerir o Fim das Moratórias: Aspetos Críticos
    • O ciclo vicioso das reestruturações de créditos
    • Sinais de alertas: timing, leitura e gestão
    • Avaliação das opções e decisão – dívida sustentável e não sustentável
    • Implementação: condicionalismos e dinâmicas negociais
    • Novos Investidores: racional financeiro ou estratégico?

4. Análise e Discussão de Casos

  • Análise e debate de casos
  • Reforços das seguintes competências:
    • análise económico-financeira;
    • principais aspetos jurídicos;
    • imparidades e staging;
    • técnicas de negociação

 

FORMADOR
João Antas Martins

Mestrado em economia (FEP)  / YMP (INSEAD)
Experiência docente (UCP e outros)
31 anos no sector bancário
16 anos como Diretor Coordenador de Recuperação
Ex-membro da “Task-Force NPL” da APB
Coordenador de respostas a entidades de supervisão (NPL, Staging, Imparidades e Modelos Organizacionais) Conhecimento e experiência pessoal de vários modelos e estruturas de gestão de NPL e de várias reestruturações empresariais e de créditos

Tags: