T. +351. 217916200Bolsa FormadoresSite APB

InforBANCA 107

IFB-InforBanca_107
Edição InforBanca em PDF

EDITORIAL 

Era uma vez, há muito muito tempo na Índia, um marajá que terá reunido a sua corte para perguntar se alguém sabia uma frase que fosse sempre verdade.
E no meio da multidão alguém terá dito: TUDO MUDA!
Tendo o marajá considerado esta frase sempre verdadeira, cobriu o autor de ouro.
A InforBANCA ilustra esta Verdade. Os contextos mudam, as pessoas mudam, cabendo a quem pega no testemunho agradecer e continuar, com brio, um trabalho que só se concretiza com o apoio e colaboração de muitos.
Mantem-se o objetivo de convidar especialistas que possam contribuir para a discussão de temas de interesse para o sector, ou porque são preocupações atuais ou porque representam tendências que nos cabe, como instituição de formação, explorar e disseminar. É nossa intenção incluir especialistas nacionais e manter em todos os números pelo menos um artigo que represente um olhar internacional.
Neste número da InforBANCA, o primeiro só em versão online e dispositivos móveis, apresentamos seis artigos.
Carlos Pais Jorge, no artigo "Linhas de Defesa" aborda o tema da independência de funções entre quem origina e gere risco e quem o controla e audita nas instituições financeiras, tema de enorme atualidade.
Nuno Sampayo Ribeiro, apresenta uma reflexão profunda na esfera da Economia Reputacional no artigo "Reputação ou Lucro?", em que reflete sobre o impacto das recomendações do relatório da avaliação nacional de risco de branqueamento de capitais e financiamento ao terrorismo e, com oportunidade, articula os fatores de risco identificados com o chamado "escândalo dos Panama Papers", terminando com a divisa: não há longevidade sem integridade.
Miguel Matias escreve sobre "Crowdfunding, ameaça ou oportunidade para os bancos?" explicando como a cultura do digital e a lógica de partilha e de rede, condiciona e influencia os tradicionais instrumentos de financiamento, podendo representar um empreendedorismo mais inclusivo.
Carlos Silva António, no artigo "Imparidades no Âmbito do IFRS9: o próximo desafio da banca", apresenta uma interessante reflexão sobre o tema das Imparidades destacando alguns impactos que advirão da adoção do IFRS9.
José Bancaleiro, que bem conhece os dilemas da gestão de equipas nas organizações, apresenta no artigo "Dinheiro, Prestígio ou Propósito?" uma categorização das pessoas a partir da forma como valorizam o trabalho. Termina com a pergunta que é um convite à auto-análise: "já pensou qual a sua orientação?".
Finalmente, Wim Mijs, CEO da Federação Bancária Europeia, enquadra, do ponto de vista internacional, o arranque da Semana Europeia do Dinheiro, projeto apadrinhado a nível europeu – a Educação Financeira – que em Portugal tem tido um vasto conjunto de relevantes iniciativas às quais o IFB tem estado proximamente ligado.
E porque defendemos Life com style, espreite as nossas sugestões…
Boas leituras!
Ana Terras